Categorias

  • Categorias
  • Pipes
  • Vidros
  • Silicones
  • Metal
  • Acessórios
  • Vidro
  • Cases
  • Trituradores
  • Incensos
  • Isqueiros
  • Bongs
  • Acrílico
  • Silicone
  • Vidro
  • Extras
  • Kits
  • Limpeza
  • Piteiras
  • Filtros
  • Papel
  • Silicone
  • Vidro
  • Display
  • Sedas
  • King Size
  • Mini Size
  • Rolo
  • Blunts
  • Display
  • Silicones
  • Display
  • Bandeja
  • Slick
  • Cinzeiros
  • Triturador
  • Cachimbo
  • Bong
  • Piteira
  • Cuia
  • Vestuário
  • Bonés
  • Cordões
  • Feminino
  • Masculino
  • Aromatizadores
  • Incensos
  • Spray
  • Parceria vai desenvolver colírio feito com Cannabis

    Parceria vai desenvolver colírio feito com Cannabis

    “Quem não tem colírio, usa óculos escuro”. A letra do Raul Seixas era uma clara referência ao olho vermelho clássico após o uso da Cannabis.


    O tempo passou, muita coisa mudou no universo da planta e agora um colírio feito com Cannabis será produzido em Minas Gerais.

    Nós já falamos aqui que o primeiro paciente a conquistar o direito do uso medicinal da planta nos EUA sofria de Glaucoma.

    Ele descobriu esse auxílio da erva ao fumar um baseado, e pesquisas mostraram que a Cannabis ajuda no relaxamento da pressão intraocular, com as dores intensas e com a cor vermelha dos olhos. Todos sintomas da doença.

    E é justamente para tratar o Glaucoma que esse colírio está sendo desenvolvido pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) e a Ease Labs, que é especializada em medicamentos à base da planta.

    Em notícia publicada no jornal Estado de Minas Gerais, a Funed afirma que o glaucoma é a segunda doença que mais causa cegueira no mundo, conforme dados da OMS, além de que no Brasil, cerca de 2% da população é portadora.

    O objetivo da parceria é que a Ease Labs forneça os insumos ativos para a pesquisa e produção do colírio, que já vem sendo pesquisado há cerca de 15 anos pelo grupo de profissionais da Funeb.

    Isso significa que em breve pacientes poderão ter à disposição um novo medicamento para tratar o Glaucoma, mais uma doença que pode ser tratada com a planta.

    A novidade também reforça o que todo mundo já sabe: o Brasil tem cientistas capacitados para atuar na produção desses remédios, o que poderia beneficiar a população e alavancar a economia do país no assunto em nível mundial.

    Incluir comentário

    Você precisa fazer login par comentar. se você não é cadastrado, voce pode clicar aqui primeiro e registrar-se gratuitamente!

    Desenvolvido por TD12
    Ultra420 - A Primeira Head Shop do Brasil © 2022